Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

Caminho de uma Vida

Vida tão concisa,
Sentida na sua futilidade,
Segue seu rumo e nunca avisa,
Traça e desenha a minha personalidade.
 
Alma só e tão vazia,
Vive rodeada de existência,
Um sorriso oferecido dia após dia,
Irreconhecível na sua essência.
 
Neste caminho sem sentido,
Arduamente percorrido,
Pedaços de mim deixo ficar,
Sinto-me mudar.
 
Uma mudança gélida e forçada,
Que molda lentamente,
Esta alma triste e cansada,
Tornando-a frígida e descrente. 
 
O Presente é demoroso,
Sente-se ofegante,
Nervoso e saudoso,
Por um Futuro que é distante.
                                                             (Barco Évora, Setúbal Agosto 2008)
 
Patrícia Santos
17/08/2008
 
sinto-me: Descrente
música: Hans Zimmer - Tennessee
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 22:35
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Eu só queria...

 

Eu só queria avançar,

E ser destemida,
Não ter medo de acelerar,
Não ter medo da vida.
 
Eu só queria ousar,
E não pensar demais,
Ser livre e tentar,
E nunca pronunciar jamais.
 
Eu só queria ser confiante,
Viver o meu enredo,
Pensando no instante,
Avançando sem medo.
 
Eu só queria mudar,
Quebrar a rotina,
Não deixar andar,
Seguir o que me fascina.
 
Eu só queria buscar a felicidade,
Adoptando caminhos incertos,
Guiar-me pela vontade,
Fugindo àqueles que são desertos.
 
Eu só queria ser diferente,
Queria ser um desafio,
Ser verdadeiramente sorridente,
E não enfrentar o vazio.
 
Eu só queria
 
 
Patrícia Santos
19/07/08

 

música: Secretamente - Rita Guerra
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 20:34
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Um Brinde à Primavera!

A Primavera chegou!

Brindando a paisagem com toda a sua beleza,

Diz adeus ao Inverno que se cansou,

Apresentando-se com delicadeza.

*

*

As cerejeiras estão em flor,

Anunciando a era de esperança,

Respiro todo o seu esplendor,

Observo-as com o olhar de uma criança.

*

*

Mãe do dia quente e soalheiro,

Da vista florida e calma,

Renova-me o espírito aventureiro,

Espelha-me a alegria na alma.

*

*

A tristeza e a melancolia,

Com o Inverno se dissiparam,

Agora é tempo de nova poesia,

Esquecer as lágrimas que já secaram.

*

*

Uma flor de cerejeira pousou-me na mão,

Fitei-o enquanto me sorria,

Despedi-me da solidão,

Saudei a época de magia.

*

*

Patrícia Santos

20/03/08

**

Posto este poema como forma de comemoração do dia de hoje. Hoje é o dia Mundial da Floresta e da Árvore, da Primavera e da Poesia!=)

Agradeço à minha amiga Xika que prontamente me disse "Mas tu já postaste o poema no teu blog?? É que tem tudo a ver!". Pois aqui está ele Xika!

Beijinhos***

sinto-me: Bem Disposta =)
música: Squeeze Theeze Pleeze - Sometimes a Little Some Time
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 20:04
link | comentar | ver comentários (12) | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

O Mundo nas Nossas Mãos!

O estranho e conhecido Mundo voltou a acordar,

O sol pisca-me o olho bem lá em cima,

O vento sopra-me uma rima,

Recebo um beijo da brisa do mar.

 

Vejo o Mundo a preto e branco,

Procuro em cada canto a sua cor,

Mas hoje ele não tem o seu encanto,

Não tem textura, não tem sabor.

 

Pergunto-me porquê,

Mas deixo-me ficar,

A explicação já não se lê,

E a vontade é pouca para lutar.

 

Mas assim o que ganho eu?

Com esta apatia exagerada?

Vou pintar o Mundo que é meu,

Devolver-lhe a cor outrora roubada.

 

Com o pincel cheio de tinta e um pouco nervosa,

Pinto o Mundo de verde esperança,

Branco, amarelo e tons de rosa,

E o laranja que significa mudança!

 

Porque está em nós,

Mudar a nossa vida,

Seguir a nossa voz,

E não a dar por vencida.

 

A noite se apresenta suavemente,

Banhando as cores que acabei de pintar,

Na céu surge uma estrela cadente,

Sob os olhos do mais lindo luar.

 

Patrícia Santos

25/01/08

 

sinto-me: Bem
música: Jon McLaughlin - So Close
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 15:46
link | comentar | ver comentários (12) | favorito
Sábado, 6 de Outubro de 2007

Sonho ou Realidade?

Um campo descoberto,

Um mar de flores,

O vento segreda bem perto,

Como pintou o céu a lápis de cores.

 

Deito-me naquela imensidão,

Sentindo o cheiro, todos aqueles odores,

Da terra, das árvores, da paixão,

Que me abraçam e me provocam tremores.

 

Sinto-te bem aqui,

Do meu lado,

A ti...que te escolhi,

Como personagem principal do meu fado.

 

Fecho os olhos lentamente,

Imagino o quadro visto do céu brilhante,

Uma tela colorida, estridente,

Onde a tristeza não existe e a alegria é constante.

 

Seguras-me  na mão,

Afagas-me o cabelo,

Baixinho cantas-me uma canção,

Não renegando o meu apelo.

 

 Murmuro silenciosamente,

Palavras que evitem que tal momento acabe,

Rezo para que isto seja o Presente,

E não apenas o que a minha imaginação sabe.

 

O vento torna-se mais forte,

Sinto a minha cara molhada,

Abro os olhos sentindo-me sufocada,

É isto o presságio da Morte?

 

Tudo se modificou...

A tela está agora esborratada,

O mundo colorido pouco durou,

Tudo era um sonho e tu eras nada.

 

Cheia de lama e encharcada,

Sento-me de rosto lavado,

A gota de chuva e de lágrima não mais é diferenciada,

Olho em redor e tu não estás ao meu lado.

 

Alguém se aproxima debaixo da escuridão,

As suas passadas reflectem lentidão e calma,

Olha-me nos olhos e penetra-me a alma,

Sorri-me e diz-me que eu não sonhei em vão.

                                                                                                                             Patrícia Santos

                                                                                                                                 10/09/2007

 

música: Jamie Collum - High & Dry
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 00:15
link | comentar | ver comentários (19) | favorito
Domingo, 23 de Setembro de 2007

Escrever...

Setúbal, Setembro de 2007.

 

Escrever...

Limpa-me a alma, acalma-me o coração.

Mais que uma necessidade, um prazer!

sinto-me: Poeta! he he
música: Matt Wertz - Somedays
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 00:19
link | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Vontade Incessante de Pensar

Quem consegue parar?

Os pensamentos...

A vontade incessante de pensar, pensar, pensar,

Quebrar a eterna reflexão apenas por momentos.

 

O cérebro não pára...minuto após minuto,

As questões que surgem são como um soluto,

Que se dissolve facilmente,

Num solvente denominado mente.

 

E a solução fica saturada,

Persiste assim frequentemente,

Não se sabe o porquê do tudo e do nada,

Cada pergunta têm a sua resposta pendente.

 

E por vezes tudo isto é feito com prazer,

Outras vezes torna-se exaustivo, angustiante,

Por vezes é uma forma de aprender, crescer,

Outras vezes se transforma numa dor dilacerante.

 

Mas alguém consegue parar?

A minha pergunta persiste,

Hum...nem vale a pena tentar,

O seu cessar no fim do meu EU consiste.

 

Patrícia Santos

8 / 08 / 07

sinto-me: Pensativa
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 00:32
link | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sábado, 21 de Abril de 2007

Observar, Escutar...não é preciso Falar.

Observar, Escutar…não é preciso Falar.

 

A noite já tinha caído,

O frio sentia-se no ar, vagando perdido

Olhei em redor e deixei-me ficar

Vinha apenas para observar.

 

Na mão uma castanha assada,

Iluminada pelas luzes que enfeitavam a rua,

E lá em cima bem distante a lua

Sorria enfeitiçada.

 

Sentada naquele banco,

Observava a multidão

Deambulando por entre a agitação,

Mergulhada naquele fumo branco.

 

Sorrisos abertos,

Sorrisos fechados,

Sorrisos perpétuos,

Sorrisos errados.

 

Expressões melancólicas,

Gargalhadas eufóricas,

Expressões cansadas,

Gargalhadas envergonhadas.

 

Olhares puros,

Olhares altivos,

Olhares duros,

Olhares passivos.

 

Pessoas diferentes passavam por mim,

Algumas presentes,

Outras ausentes,

Percorriam caminhos sem fim.

 

Ali sentada fiquei a observar,

O pensamento das pessoas tentava adivinhar,

Enquanto percorriam aquela estrada

Comunicava com elas, mesmo calada.

 

Não é preciso falar para entender,

Não é preciso falar para conhecer,

Basta escutar,

Basta observar.

 

Ouviu – se o barulho da castanha a cair no chão,

Há muito tempo que já não havia multidão,

O frio era agora apertado,

Levantei-me e procurei outro banco ainda inexplorado.

 

 

Patrícia Santos

 

8/01/07

 

 

sinto-me: Bem-disposta!
música: Fort Minor - Where'd you go
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 12:51
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Domingo, 15 de Abril de 2007

Arrábida, minha Serra!

Arrábida, minha Serra!

 

O sol ainda não nasceu

O tom avermelhado se avista, ondulante

Na linha do horizonte, lá bem distante

Onde já a escuridão da noite se perdeu.

 

Da pedra em que estou sentada

Vejo estendido o enorme mar

Observo a natureza, calada…

Sinto a brisa a navegar.

 

Sinto-me bem aqui sozinha

Perdida nos meus pensamentos

Isolada da confusão, dos tormentos

Abraçada pela calma desta serra minha.

 

Arrábida! Minha Serra!

De todas a mais bela.

É o paraíso na terra

Pintado por Deus numa linda tela.

 

 

Patrícia Santos

1/09/06

 

sinto-me: Com sono!
música: Creed - With arms wide open
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 01:47
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Sorrisos

Sorrisos

 

Há sorrisos de felicidade

Há sorrisos de tristeza

Há sorrisos de verdade

E sorrisos que demonstram frieza.

 

Sorrisos cansados

Sorrisos perdidos

Sorrisos desesperados

Sorrisos vendidos.

 

Há sorrisos envergonhados

Há sorrisos emotivos

Há sorrisos angustiados

E sorrisos sem motivo.

 

Sorrisos calados

Sorrisos quentes

Sorrisos falados

Sorrisos pendentes.

 

Há sorrisos sentidos

Há sorrisos puros

Há sorrisos contidos

E sorrisos duros.

 

Sorrisos lembrados

Sorrisos esquecidos

Sorrisos quebrados

Sorrisos vividos.

 

Há sorrisos e mais sorrisos e todo o tipo de sorrisos

Para a sua existência não há razão

Existem porque são precisos

Existem e eternamente existirão.

 

Sorria sem razão

Saiba sorrir de cor.

Sorria sem um “senão”

Porque um sorriso torna tudo melhor!

Patrícia Santos

10/04/07

_____________________________________________________

Este poema foi escrito hoje de manhã, no comboio, quando ia para o meu estágio. Não sei bem porque é que o escrevi, sei que o escrevi muito rápido. Talvez por isso esteja um pouco "ranhoso". Hehehe! Mas eu postei na mesma! =D

 

sinto-me: On fire ao ouvir esta música!
música: Street of fire - Nowhere Fast
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 20:08
link | comentar | ver comentários (12) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 26 seguidores

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Caminho de uma Vida

. Eu só queria...

. Um Brinde à Primavera!

. O Mundo nas Nossas Mãos!

. Sonho ou Realidade?

. Escrever...

. Vontade Incessante de Pen...

. Observar, Escutar...não é...

. Arrábida, minha Serra!

. Sorrisos

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O Poder da Memória

. Momento Inesquecível

. Mãos Dadas

. Um Caso de Paixão

. O amor na areia

.links

.pesquisar

blogs SAPO

.subscrever feeds